voltar há 6 meses atrás | 379 leituras

Samsung Galaxy Tab S2

O Galaxy Tab S2 é leve. Muito leve. É esta a primeira impressão ao pegar nele. Em comparação com a sua concorrência direta, o iPad, o equipamento da Samsung tem a seu favor a construção em plástico na parte traseira, ao contrário do alumínio, e a bateria ligeiramente mais pequena. Esses dois fatores aumentam a diferença de peso, que é notória na primeira utilização.

Apesar da escolha da marca ter sido o plástico atrás, o tablet tem ainda assim um aspeto premium, com as bordas em alumínio. O plástico permite também maior conforto na utilização do equipamento, pois reduz o deslizar que acontece no alumínio do iPad.

A segunda grande impressão que este tablet deixa é na imagem do ecrã. A Samsung é líder nesta área, e isso é bem demonstrado aqui. Cores vivas, contraste excelente, bons ângulos de visualização e com boa proporção ecrã-corpo, fazem deste um dos melhores aspetos deste Galaxy.

Um dos problemas que diferenciavam o Android do iOS parece agora também estar mitigado. O Android Marshmallow melhora significativamente a performance da bateria quando em stand-by, pelo que em dias em que o tablet não é utilizado praticamente não consome bateria. Está sempre pronto a usar, e esse é um dos prinicipais objetivos de um tablet.

Algo que também diferencia o Android do iOS, e que prova ser muito útil, é a possibilidade de criar vários perfis de utilizador, para que cada pessoa cá em casa possa ter a sua área reservada, manter a sua privacidade, e ter o conteúdo personalizado para si, algo que ainda não é possível no iPad.

Nos vários dias de utilização, o equipamento manteve uma boa performance, sem eventos inesperados ou momentos de hesitação. Apesar de ter sido lançado em 2015, ainda é um produto competente e atual. E talvez com a prometida atualização para Android Nougat, em breve a Samsung poderá injetar nova vida a este tablet.

DESEJA APAGAR ESTE POST? SIM NÃO