voltar há 6 dias atrás | 93 leituras

Dono do site ComparaJá angaria 20 milhões de investimento

Fonte: Público

O grupo dono do ComparaJá, uma ferramenta de comparação de produtos financeiros, angariou 20 milhões de euros, naquela que foi a primeira ronda de financiamento da empresa. O CompareEurope Group – que por sua vez faz parte de um grupo internacional com sede em Hong Kong e actividade no México e no sudeste asiático – tem serviços deste género em quatro mercados europeus para além do português e uma parte das operações internacionais estão em Lisboa.

Entre os investidores estão Mark Pincus, fundador da Zynga (a empresa criadora de jogos como Farmville e que entretanto viu o negócio afundar) e Peter Thiel, um conhecido fundador do PayPal. A empresa de investimento dos próprios fundadores do grupo também participou na ronda, bem como os fundos de Ace&Company e Pacific Century Group. 

Em Lisboa, a empresa tem em Lisboa 20 pessoas que trabalham directamente para o site ComparaJá, às quais se somam 50 que pertencem às restantes marcas europeias (com sites na Finlândia, Bélgica, Noruega e Dinamarca) e dez que trabalham para todo o grupo.

O ComparaJá arrancou em Julho do ano passado. O site disponibiliza um serviço de comparação de cartões de crédito e de crédito pessoal. Durante este trimestre, tem planos para alargar o serviço às telecomunicações e crédito à habitação. Até Junho planeia disponilizar um comparador de seguros automóveis.

O site pretende que os serviços possam também ser comprados através da plataforma, ficando com uma percentagem da transacação, num modelo semelhante ao que acontece, por exemplo, com sites de reservas de viagens ou de hotéis. Para além disso, há casos em que cobra às entidades parceiras – como bancos e seguradoras – pelo envio dos contactos de utilizadores interessados nos respecitvos produtos.

“Queremos ser um Booking dos produtos financeiros”, resumiu, numa conversa com o PÚBLICO, Sérgio Pereira, que lançou o serviço em Portugal. José Figueiredo, outro dos três responsáveis pela gestão do site português, descreveu o ComparaJá como “um canal de distribuição” de produtos financeiros. “Costumamos dizer que o nosso grande concorrente é o Google”, acrescentou. Há, no entanto, outros serviços do género em Portugal. Um site chamado Compare o Mercado disponibiliza comparações de seguros, de preços de combustíveis, telecomunicações e empréstimos. E também a Deco faz para os seus sócios análises deste género de produtos.

O site ronda actualmente os 120 mil visitantes por mês, de acordo com os responsáveis, que se escusaram a especificar quantas transacções já foram feitas através do site. Afirmaram, porém, que o objectivo passa por atingir a rentabilidade dentro de 12 a 16 meses.

Apesar da comparação com sites como o Booking, os dois gestores notaram que no mundo dos produtos financeiros é preciso uma maior adequação dos sites à realidade de cada país. “Um produto tipo hóteis, é igual no mundo inteiro. Aqui é uma replicação do modelo de negócio, mas que tem de ser customizada em cada país.”

Comentários

0 COMENTÁRIOS
Retrato de Anónimo
DESEJA APAGAR ESTE POST? SIM NÃO